-Te liguei pra dizer que sinto saudade, não desliga me ouve antes.

Do outro lado da linha apenas se ouvia a respiração.

-Eu sei que prometi nunca mais incomodar, sei que eu mesmo pedi pra que você não voltasse, eu sempre senti que essa era a sua vontade, mas hoje eu penso diferente, agradeço todos os dias por ter tido você no meu amor, no meu sexo, na minha vida.

A respiração era lenta, pausada, próxima ao telefone.

-Queria ser um daqueles que consegue ser grato e não encarar fim como um fracasso, mas não acho que eu vá conseguir, eu sou bem sincero comigo mesmo, não me iludo, sei dos meus limites, e sei que dentro do meu território você foi o paraíso tropical mais lindo que ja vi na vida!

A respiração no telefone parecia mais curta agora.

-E não, não é um pedido pra você voltar, eu to bem sozinho, você me quis longe e é onde pretendo ficar, mas não posso me mentir que sonho uma vez por mês com você voltando e dando um beijo de tirar o fôlego é sempre o melhor dia do meu mês, você sabe eu sou sincero quanto as coisas que sinto, eu sempre as disse.

Não existia mais respiração.

-Alô? Você ainda está aí?

A respiração voltara, parecia rápida, um pouco longe do telefone.

-Não vou mais te atrapalhar, liguei porque sinto no meu peito que falta algo, sinto que existe uma linha que nos liga e não sei como corta-la, estou em busca dessa resposta a meses, se você conseguir a encontrar, pode cortar essa linha daí?

-Obrigado por me ouvir, eu pra sempre vou te amar com o amor mais lindo que tenho, mesmo que daqui a alguns anos eu esteja amando um outro alguém.

A ligação acabou.

Foto por Vekerdi Tibor

Comentários
Compartilha no FB!