Estava assistindo as ondas quebrarem, hoje no final da tarde, estava vazio ali, apenas de corpo, mas a mente vazia e quando dei por mim, comecei a pensar em como eu cheguei aqui.

Existem dias que a gente acorda e sente um aperto no peito e no começo parece inexplicável, parece que a gente não sabe o que está acontecendo, nem da onde veio aquele sentimento todo, mas as vezes –quase sempre- tem uma explicação, não?

Acho que isso aqui é uma é um confissão ou um desabafo, depende de como você preferir chamar, a vida te deixa marcas, no seu corpo como as linhas de expressão e elas dizem muito sobre você, mas a vida também deixa marcas dentro da gente e meu maior objetivo é descobrir se eu consigo mudar isso! Eu acredito que somos nós os agentes da mudança, além de capazes, seriamos os únicos que poderiam fazer, então se o ato de mudar depende só de nós, o que estaríamos esperando?

Pode ser que muita coisa tente nos impedir de mudar, e muita coisa crie essa ilusão que a gente é o que é e nada pode mudar isso, mas se o mundo pode nos mudar, porque nós não podemos mudar o mundo?

Tem gente que precisa de asas,
Tem gente que precisa de um pedaço de chão pra pisar,

Eu gostaria da sua mão pra caminhar.
Sinto que posso conquistar o mundo!

E a marca é cada vez mais profunda aqui,
Faço de tudo pra que nunca precise tira-la de mim.

Comentários
Compartilha no FB!