3 de outubro de 2016

Ei, vê se esbarra em mim!

Chegou o momento que a palavra certa pra definir é recomeço, e essa palavra vai definir o momento de vida de todo mundo em algum dia, pode anotar e me cobrar.

E recomeçar não é ruim, não tem nem o por que temer nada, o recomeçar é trabalhoso, o recomeçar demanda coragem, tempo, iniciativa, você se enquadra no perfil? Se não se enquadrar tenho que te dizer: Não se preocupe, não há nenhum problema em não se encaixar em certos perfis, o mundo é grande o bastante pra suportar o seu perfil ao invés de você entrar no que ele quer.

Antes de recomeçar você vai se sentir meio mal, vai achar que tudo deu errado e sair da onde está é impossível, mas te trago uma notícia boa: Não é impossível não, pode levantar que seguir em frente é sempre possível!

Essa segunda-feira é mais uma segunda de recomeço, eu poderia listar várias segundas que disse que recomeçaria e não o fiz, que não disse nada e recomecei, e segundas que não fiz absolutamente nada. O dia está absurdamente chuvoso, meio tenebroso confesso, e hoje é mais um daqueles dias que eu queria deixar o recomeço pra lá e fugir, mas assim como o recomeço pra fugir precisa ter coragem, iniciativa, você se enquadra no perfil?

Até para fugir precisa ter requisitos mínimos, pra conseguir parece que precisa-se chegar próximo aos requisitos máximos, e eu na verdade só queria andar sem ninguém atrapalhar o meu caminho.

Vê se não atrapalha o meu caminho
To afim de caminhar sozinho,
Mas eu sou fraco mudo de ideia rápido demais
O que eu queria antes hoje já não quero mais
Ei, vê se esbarra em mim
Ei empresta teu sorriso pra mim
Ta afim de caminhar por aí?
Essa estrada é longa demais pra eu te dizer o fim
Mas a verdade é que se você aparecer eu não ligo
A verdade é se eu descobrir quem é você eu fico mais feliz
Ei, vê se esbarra em mim.

Foto por André Pilli

Compartilha no FB!
SHARE:
Cronica, Literatura 0 Replies to “Ei, vê se esbarra em mim!”