Isso não é uma carta de “amor”

Como quem não gosta de jiló porque é amargo, mas continua comendo pra ver se consegue se acostumar, eu vou tentando romper com o “amor romântico” dia após dia, pra ver se consigo nunca parar de te amar. Mudar é normal, sem mudança ou movimento a vida acaba, mas como posso eu aceitar, a inevitável…

Compartilha no FB!
Continue lendo

Voos Altos para Erros Menores

Pena pra voar, pra chegar mais longe; Pra se esquecer onde está, pra nunca mais voltar; Pra ir pra mais perto do sol, do que Ícaro que chegou; E queimar, como prova da carne que sou. Pra ficar distante dos problemas que existem, mas q’eu tenho que resolver; Entender, como funcionam pra saber como deixar…

Compartilha no FB!
Continue lendo

Drinks, Tristezas e Dialética

Há quem negue o charme da decadência ou a poesia que a tristeza carrega consigo, mas talvez seja impossível contradizer que há algo mais romântico para celebrar a solidão de um rapaz normal do que um trago de um bom Bourbon num dia frio e triste, e é essa a realidade, de um rapaz normal….

Compartilha no FB!
Continue lendo

O natal, o escritor otimista e os motivos.

É engraçado como a maioria das pessoas, precisam de motivos pra fazer coisas que não vão influenciar elas diretamente, pro bem, pro mal, levando em conta que esses conceitos são bem fugazes, precisam sempre de um motivo, não? Parei pra pensar nisso depois do Natal, uma data muito apropriada para motivar pessoas a serem boas,…

Compartilha no FB!
Continue lendo